Só pra você saber

Isso de sonhar com você não tem mais graça e eu estava feliz que não acontecia há muito tempo. Noite passada a possibilidade de receber uma mensagem sua voltou a me assombrar.

Não sei se ainda frequento seus sonhos, se alguns pensamentos ainda são sobre mim; mas pensando bem, nem interessa saber.

Acabou o que nunca existiu e não tem volta pra o que achei que havia sido. Confuso né?! Talvez descrever, mais fácil dizer que a chama apagou. Enterrou. Por falta de tudo, a essa altura do campeonato nem raiva eu sinto, posso te dizer que não sinto absolutamente nada.

O fato de sonhar me incomodou, porque esse canal foi fechado. O que o alimentava era um amor, baseado em alguém que não imagino quem seja. Se tornou uma ligação medíocre e fantasiosa, algo sem sentido, que não vale a pena discorrer.

Esse papo todo, cheio de rodeios, é só pra te dizer que caso eu tenha passado pela sua cabeça, ignore. Não te quero aqui. Nem me quero ai, acredite.

A vida anda mais leve, tranquila, sem você. Não tenho mais receios e nem lembranças da sensação de andar todos os dias na corda bamba, antevendo o momento em que eu iria cair. Já cai e machucou bastante. Cicatrizou e virou uma história triste para se contar.

Por não gostar de compartilhar tristezas, as leve embora com você. Se quiser, guarde também em seus bolsos o cinismo que lhe é natural, encha as mãos da covardia que me mostrou e siga seu caminho; eu sei que ele vai te levar pra bem longe do meu.

Vivian Rabello

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: