Os outros

Sabe, estava analisando meus relacionamentos passados, ou tentativas, e aceitei tudo o que passou.

Durante muito tempo pensei “e se”, tivesse investido mais tempo, não fosse tão orgulhosa, relevasse pequenos erros; e isso nunca me trouxe sossego. Pelo contrário, sempre uma tortura sem fim.

Quantos fracassos prematuros vivi, com pessoas que não estavam lá, mas eu queria me convencer que seria bom, quando nem eu queria estar lá.

Opções, frustrações, ligações, de todos os tipos, que na maioria das vezes não significavam nada, nem uma pequena troca de carinho.

Tentei até que não fez mais diferença. Algumas paixões ainda revivi, mesmo que por lembranças trocadas. Outras apaguei da memória, tirei por completo do coração. Poucos foram uma confusão de carência com oportunidade, sem a menor dúvida, a pior combinação. Mas a cada história que relembrei, guardei ou simplesmente gostei de entender, ficava mais claro que nada deveria ter sido perpetuado, mantido.

O espaço continua vazio e com a certeza que aguardar você, é a tarefa mais prazerosa que já realizei. Se for mais intenso, carinhoso, comprometido, verdadeiro, leal do que tudo que já passei, como promete ser, ficarei feliz em ter me tornado cada dia melhor, pra viver com você.

Vivian Rabello

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: